A quantidade pura, o ser que suprassume em unidade, pluralidade e continuidade: a luta contra a ameaça do estranhamento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31977/grirfi.v23i3.3454

Palavras-chave:

Hegel; Quantidade; Ser; Entendimento; Substância.

Resumo

A categoria de Quantidade, em Hegel, é desenvolvida de tal modo a auxiliar na caracterização daquilo que se compreende por ser. Para além da liquidez, fechamento e inflexibilidade, típica de uma compreensão limitada a uma exclusividade unívoca e finalista, o ser se apresenta mediante novos desdobramentos, que lhe confere abertura. A flexibilidade, que assim caracteriza o ser, tem, na quebra da rigidez da univocidade, na interrupção do exclusivismo imediatista e no impedimento da descontinuidade finalista, o estatuto de ser para si suprassumido como Quantidade. Como uni, pluri e contínua, é uma grandeza que descreve os unos para além de uma mera representação superficial. Em que medida é possível conceber o ser, pelo ultrapassamento da mera faculdade de compreensão de substância no entendimento, como Quantidade una, plural e contínua?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adilson Feiler, Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE)

Doutor(a) em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre – RS, Brasil. Professor(a) da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE), Belo Horizonte – MG, Brasil.

Referências

HEGEL, G. W. F. Ciência da Lógica. O Ser. Edição de 1812 Tradução e notas de Henrique de Lima Vaz. São Paulo: Edições Loyola, 2021.

HEGEL, G. W. F. Ciência da Lógica. A doutrina do ser. Tradução Christian G. Iber et all. Editora Vozes: Petrópolis, 2016.

INWOOD. Michael. Dicionário Hegel. Rio de Janeiro: Editora Jorge Zahar, 2007.

LIMA VAZ, Henrique Cláudio de. Escritos de Filosofia. Ontologia e história. São Paulo: Edições Loyola, 2001.

LIMA VAZ, Henrique Cláudio de. A formação do pensamento de Hegel. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

OLIVEIRA, Manfredo Araújo de. A metafísica enquanto instância fontal da filosofia no pensamento de Lima Vaz. In: Revista Síntese, Belo Horizonte, v. 39, n. 124, 2012.

SAMPAIO, Rubens Godoy. Metafísica e modernidade. Método e estrutura, temas e sistema em Henrique Cláudio de Lima Vaz. São Paulo: Edições Loyola, 2006.

Downloads

Publicado

2023-10-31

Como Citar

FEILER, Adilson. A quantidade pura, o ser que suprassume em unidade, pluralidade e continuidade: a luta contra a ameaça do estranhamento. Griot : Revista de Filosofia, [S. l.], v. 23, n. 3, p. 147–155, 2023. DOI: 10.31977/grirfi.v23i3.3454. Disponível em: https://periodicos.ufrb.edu.br/index.php/griot/article/view/3454. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos